segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Não direi ADEUS, direi ATÉ LOGO!

Por Ana Magal às 3:30 PM Comente Aqui! Backlinks

Como vocês já devem ter percebido, estava sumida do blog. O motivo foram as mudanças que ocorreram na minha vida e isso fez com que eu mudasse o foco das coisas, inclusive da vida blogueira. Para que tudo saisse como eu planejei precisava tomar decisões difíceis e dolorosas. Uma delas foi acabar com os dois blogs que eu mantinha, aqui e o Profissão: Jornalista. E assim está sendo feito. Mas não pensem que irão se livrar de mim, pois não irão!

Para que eu pudesse continuar precisava fazer modificações e isso atingiu também os meus blogs. Analisei todas as mudanças e resolvi que criar um novo espaço onde eu pudesse de tudo com todos seria mais viável para manter atualizado do que vários blogs de nicho diferenciado. E assim nasceu o meu novo blog "O que tem pra hoje?". Nele poderei falar de assuntos diversos, inclusive jornalismo e universo feminino, sem me restringir ou me sentir presa a um público específico.

Todas as mudanças, psicológicas e físicas, que sofri, e que muitas de vocês acompanharam, me fizeram crescer internamente. E nesse novo espaço, tenho certeza de que poderei colocar abertamente um pedaço dessa nova mulher que me tornei e que ainda está sendo moldada diariamente através dos anos.

Obrigada todas vocês, minhas leitoras queridas, por ficarem tantos anos ao meu lado! Espero vocês lá no meu novo espaço! Nos vemos em breve!

Os comentários do blog serão desativados, mas todos os posts continuarão no ar até que o Blogger decida o contrário!

Até breve... Logo ali =>


terça-feira, 2 de abril de 2013

Radicalizando? Não! Só seguindo minhas opiniões!

Por Ana Magal às 3:43 PM 2 comentários Backlinks

Os últimos meses foram de revolução interna. Coisas acontecendo em uma velocidade assustadora e sem controle, que parece nos tirar do rumo. Viagens a trabalho, problemas de saúde, complicações financeiras e quando vemos, estamos de ponta-cabeça.

Desde maio do ano passado estou passando por modificações pessoais que andam deixando muita gente chocada. Primeiro foi quando decidi que ia emagrecer, não por estética, mas para poder realizar meu desejo de ser mãe. Comecei a ouvir e ler comentários das “seguidoras do movimento plus size” que eu estava “traindo a causa”. Que causa, filhas? Quer dizer que preciso ficar gorda o tempo todo pra agradar todo mundo? Não faço parte de causa alguma. Só aprendi a me amar como sou ao longo dos anos: gorda. E por isso, agora posso ter o prazer de querer emagrecer quando bem entender!

A volta pra terapia semanal foi outra coisa que a “sociedade” adorou criticar. Muita gente ainda tem aquela imagem de que quem faz terapia é “louco”. Está mais que na hora das pessoas aceitarem que conhecer a si próprio não é loucura e que pedir ajuda quando não conseguimos lidar com os problemas sozinhos não é fraqueza. Para todos aqueles que ficaram falando que o que eu precisava era “de uma boa trouxa de roupa para lavar” e que terapia era coisa de “gente fresca” só tenho uma coisa a dizer: não enche!

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

2013 com saúde em dia e corpo em forma #ProjetoGordaLight em andamento!

Por Ana Magal às 3:51 PM 2 comentários Backlinks

Como algumas pessoas já sabem, ano passado iniciei um projeto pessoal, Projeto Gorda Light, onde cuidar da minha saúde, do meu corpo e minha mente seriam as minhas top prioridades do novo ano. Tudo começou quando decidi que estava na hora de cuidar de mim para que assim eu pudesse realizar o sonho de ser mãe. E coloquei a mão na massa para que esse sonho se tornasse realidade. E não está sendo fácil, porém, compensador.

Desde 2009 (quando engravidei e acabei sofrendo um aborto espontâneo) que comecei a ter fortes dores estomacais que estava me privando de fazer coisas básicas como sair com amigos, me divertir em festas de família ou até comer uma pipoca no cinema. Iniciei uma busca incansável para saber o que havia de errado com meu corpo. Isso me levou a inúmeros médicos de diferentes especialidades: 3 clínicos gerais, 4 endócrinos e 6 gastros. E nenhum deles descobria o que havia de errado comigo.

Iniciei uma maratona de exames laboratoriais, endoscopias, ultrassonografias e nada. Ninguém conseguia explicar o motivo das minhas fortes dores e idas constantes ao pronto socorro. Nenhum alimento parava dentro do meu corpo. Comecei a perder peso descontroladamente e junto com ele todos os nutrientes necessários para viver bem. Foram longos três anos e tortura, e dor.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Novo ano, velhos sonhos, novas estratégias...

Por Ana Magal às 4:45 PM Comente Aqui! Backlinks
O amor de mãe por seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo. Ele não obedece lei ou piedade, ele ousa todas as coisas e extermina sem remorso tudo o que ficar em seu caminho.
Agatha Christie

Todos nós temos diversos sonhos ao longo da vida. Seja aqueles sonhos de criança de ser médico ou astronauta, ou aquele de ganhar numa mega sena de virada de ano. Não importa o tamanho e a dimensão de cada um deles, o importante é continuar sonhando. Mas nesse ano de 2012 que se findou aprendi que além de nunca desistir de sonhar o primordial é constantemente rever nossas estratégias para torna-lo realidade.

Ouvi de diversos amigos que, assim como o meu, o ano de 2012 não foi um dos melhores que já tivemos. Essa reclamação veio de vários setores diferenciados. Pessoas que ficaram doentes ou perderam entes queridos em demasia, outros que tiveram um ano amoroso trágico ou completamente solitário, aqueles que passaram por problemas profissionais e financeiros sérios, entre outras coisas mais. Eu, como a maioria, também tive um péssimo 2012. E para não incomodar amigos e familiares, optei por me fazer reclusa em pensamentos e tentar entender o porquê de tantos obstáculos a serem ultrapassados.

Foram diversos motivos que levaram o ano ser, para mim, um total fracasso. Se pudesse simplesmente apaga-lo da minha vida assim faria. Mas não posso e por isso, tive que aprender com todos os problemas que enfrentei. Aquele aprendizado na base da porrada mesmo. Uma das formas que consegui chegar viva e inteira no final foi sentar, respirar fundo, analisar tudo o que ocorria à minha volta e simplesmente traçar uma estratégia diferente.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Escrevi, mas não enviei...

Por Ana Magal às 12:07 AM 1 Comentário Backlinks

Sabe quando você coloca tudo em palavras para expressar pra alguém desejos escondidos? Você pensa, repensa, escolhe cuidadosamente cada palavrinha a ser utilizada, fica horas e horas tentando organizar os pensamentos para poder dizer de uma só vez tudo o que pensa, quer e deseja, mas na hora de apertar o “enviar” do e-mail você simplesmente trava.

Entrei naquela fase “bandida” de novo,  de não querer nenhum relacionamento sério. Porém, isso não quer dizer que eu não queira outro tipo de relação. Afinal, sou humana e tenho desejos a serem nutridos. Lembro da última vez que comentei aqui sobre o tema e que eu iria correr atrás de PA (pinto amigo) e quase me crucificaram. Bem que eu tentei manter relações estáveis, mas os tropeços da vida e a falta de coragem de alguns homens em assumir que querem somente algo passageiro, me levaram a decepções atrás de decepções.

Acho muito mais bonito um carinha chegar na boa para você e dizer que não quer nada sério, que está tranquilo como está e que está afim de você, porém sem um compromisso. Isso é legal, porque não nos apegamos a paixões ilusórias e entramos em uma relação que sabemos que não terá cobrança, e caso algum dos dois se apaixone, tem a opção de se declarar ou cair fora. Sem cobranças, sem promessas, sem decepções.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Novo projeto no ar: Oficialmente uma Balzaquiana

Por Ana Magal às 10:29 AM 1 Comentário Backlinks

Demorou, mas saiu! Depois de nove anos, enfim, lanço um projeto que tem tomado boa parte do meu tempo. Ele se chama “Oficialmente uma Balzaquiana” e tudo começou lá em 2004 ainda no Orkut. Criei uma comunidade a fim de juntar pessoas que estavam passando pelo mesmo medo que eu: completar 30 anos. O grupo cresceu e hoje já somos mais de 1000 integrantes. Da comunidade e dos medos surgiu a ideia de colocar no papel tudo isso, então veio o livro e desde então venho trabalhado em cima dele.

Nesses nove anos venho colocando no papel coisas que eu vivi e que presenciei quando o assunto é chegar aos 30. Essa pesquisa, e viagem ao fundo do meu eu, me fez aos pouquinhos aprendendo a como lidar com meus próprios problemas e descobrir soluções, que estavam na minha cara, que pensei que nunca encontraria.

Esse ano, depois de muitos problemas pessoais, decidi que era hora de fazer um novo blog e deixar o pessoal acompanhar a finalização do projeto do livro. Por conta dos empecilhos da vida privada, atrasei um pouco o término e com isso fazer um blog e uma fanpage no Facebook me pareceu uma forma de ganhar um novo gás na inspiração para termina-lo, inclusive, com a ajuda dos leitores dos meus blogs.
Editado por Ana Magal. Leia nossa Política de Privacidade . Tecnologia do Blogger.
Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
 

Feminina Plural Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review